SPFW verão 2013 – terceiro dia

Mais um resumão do que aconteceu no dia de ontem, o terceiro dia do SPFW verão 2013. Bora?

Quem abriu o dia com um desfile lindo foi a Água de Coco. Com inspiração sobre a Turquia e seus aromas, sabores e cores. É um universo enorme e rico universo que foi traduzido em delicadas imagens realizadas pelo fotógrafo Edu Rezende, e depois foi estampado digitalmente no beachwear de luxo da marca cearense.
Os tecidos da coleção remetem a trabalhos artesanais. Maiô em construção sofisticada de tiras de viés e outro em trançados fabulosos de tressês, tipo cestaria ou ainda biquínis em concepções mais tecnológicas de neoprene com recortes vazados a laser, simulando arabescos delicados remetiam à essa inspiração.
Para o pós-praia, caftãs em cambraia de linho com estampas inspiradas nas cores das especiarias e batas de seda com imagens da Capadócia. Tudo com muita fluidez e sofisticação.

O verão de 2013 da marca paulista UMA foi inspirado nas linhas simplificadas da Arte Primitiva marcada por formas minimalistas. As poucas estampas trabalhadas nas peças surgem de desenhos do próprio tecido, que ora aparecem transparentes, ora ganham peso e são mais encorpados.
As peças são sempre coordenadas, em formas despojadas e longilíneas, transmitindo uma sensação de conforto até na recém-lançada linha de festa, em paetês fosco (FP ama brilhar). Nas matérias primas, malhas, sedas, algodão, devorês, paetê de couro, crepe, chifom, tules. Nas cores, uma cartela bem concisa com branco, preto, marfim, marinho, rosa e areia.

Adriana Degreas se inspirou na Bahia para criar a sua beachwear couture. Mais do que olhar para a sua paisagem exuberante ela buscou no misticismo local e na força da mulher negra as referencias para a criação das peças. Especialmente na princesa africana e escrava Anastácia e na Nêga Fulô.
As estampas das vestes trazem as imagens marcantes das negras registradas pelo fotógrafo Marc Ferrez no início do século XIX. Já biquínis e maiôs carregam dourados, bordados e rendas inspirados nos trajes das baianas e nas joias das crioulas.
A designer também brinca em trazer para este universo o glamour dos anos 50 por meio das modelagens com pegada retrô, que ganham babados, aplicações de margaridas, tecidos nobres e pedrarias.

Longe por seis anos da SPFW a Forum volta ao evento com a coleção de Verão 2013, assinada pela estilista carioca Marta Ciribelli e fecha o terceiro dia do evento.
Para a temporada, os shapes são levemente amplos numa alusão às clássicas pregas fêmeas das costas das camisas. Já as fendas dos vestidos longos lembram camisetas regatas.
A estamparia é um show à parte, desenvolvida pelo artista Filipe Jardim, uma brincadeira com ícones contemporâneos do Brasil: a fachada do edifício Bretagne, em São Paulo; a orla de Salvador; um pot-pourri de frutas típicas e a caipirinha fazem parte de sua seleção.
O outro grande destaque é o uso de rendas e jaquards, que se misturam e ganham sofisticação ao serem dubladas com gazar de seda. As cores aparecem com muitos tons fortes, como laranja, vermelho e azul, além de algum flúor pontuado por cinza e gelo.

E os maxicolares continuam sendo os maiores destaques dos desfiles do SPFW verão 2013.

Fonte: GNT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *