Consultoria de Estilo – O que acontece em uma consultoria de estilo (etapa 2)

(*Post originalmente publicado no portal www.geracaomae.com.br. Acompanhem as próximas etapas que replicaremos aqui!)

Vocês de lembram que começamos a contar o passo a passo de uma cliente real de consultoria de estilo, a Fernanda? A Fernanda faz parte dessa grande família que é o Geração Mãe e topou mostrar todos os detalhes do atendimento que a Allmaria está prestando a ela. Lá atrás explicamos como se passou a primeira etapa, quais eram as expectativas e o que ela buscava de melhoria na sua vida de vestir quando encontrou a gente prum bate papo inicial. Pra quem quiser reler este primeiro post, é só clicar aqui .

O segundo encontro aconteceu na última sexta feira na casa da Fer e começou cedinho, num dia frio e nublado, aquecido por café fresco e pães de queijo servidos pela anfitriã. Antes do encontro a gente tem o trabalho interno de reler tudo que a Fernanda contou nos exercícios que deixamos com ela no último encontro e estudar as imagens que ela separou como referências do que gosta e não gosta. A partir daí, iniciamos a conversa esclarecendo algumas dúvidas que surgiram sobre as respostas da Fernanda ao questionário sobre estilo de vida e ao exercício de imagens recebidos por e-mail. Nessa etapa a gente deixa de lado todas as nossas referências pessoais e se empenha muito em ouvir e aprender o “olhar” da cliente sobre cada uma das imagens com referências que ela selecionou como boas ou inadequadas ao perfil dela, e aos objetivos que ela deseja alcançar com a consultoria.

Isto feito, escolhemos um local com boa incidência de luz natural para realizar a análise de coloração pessoal. E o que é isso? É um teste técnico e muito preciso, onde utilizamos kits específicos de tecidos que nos ajudam a descobrir as cores que funcionam como a melhor moldura para a o rosto da Fernanda (e de todas as nossas clientes!). As cores tem o poder de iluminar ou empalidecer o rosto, acentuar ou suavizar linhas de expressão e manchas na pele. Além disso, escolher as cores adequadas para cada tonalidade de pele ajuda a brilhar o olhar e clarear o sorriso, garantindo pra cliente a expressão descansada e com ar de saúde (parece mágica, mas na verdade é muito treino!).

A cartela de cores definida para a Fernanda vai nos servir como elemento técnico para coordenação de cores no guarda-roupa dela e também guia bastante os nossos passos na hora de sugerir peças novas, tonalidade para o cabelo (caso ela queira tingir!) e paleta de cores para maquiagem.

allma fer

Nosso próximo passo também envolve um componente técnico que vai guiar a escolha de cortes e caimentos que mais favorecem a Fernanda: a análise de proporção corporal. Aqui a gente prefere não usar fita métrica e sim privilegiar as proporções entre ombros, cintura e quadril. Na Allmaria não tem “medida padrão” e muito menos nome de fruta, a gente se vira nos trinta e encontra ferramentas para valorizar qualquer corpo, de qualquer mulher. No nosso método usamos duas varetas simples de madeira que vão sendo posicionadas em locais específicos pra entendermos volume, peso visual e proporções do rosto tronco, pernas, braços, ombros e quadris. Também avaliamos a posição da cintura e sensação que a cliente tem sobre o seu próprio corpo (é ela quem determina se falta bumbum e sobra braço, ou se tem peito demais e perna de menos) pra poder valorizar – lá na parte prática – o que ela mais ama e amenizar aquilo que ela não gosta. Essa análise é feita de lingerie ou biquíni e a gente vai ficar devendo as fotos reais por razões óbvias!

allma fer 2

Terceiro passo: visita guiada ao guarda-roupa da cliente. Peça por peça, a Fernanda foi nos contando um pouco sobre a história do seu acervo, como cada item veio parar ali, se foi comprado ou presenteado, as peças que ama, as que nunca usou, as que não usa faz tempo. Somos apenas olhos e ouvidos, absorvendo e anotando todas as informações possíveis. A gente presta atenção na incidência de cores e estampas, na modelagem das peças, na forma como elas elas estão sendo combinadas entre si, nas quantidades de cada tipo, na numeração e nos tecidos e texturas preferidos da cliente. Também ficamos de antenas ligadas para as peças que estão mais usadas (foi um caso de amor?), para as vontades que ela vai revelando enquanto nos guia nesse tour e para tudo que ela considera que já não faz mais sentido pra vida e rotina que tem atualmente. E ó, é tour completo: sapatos, bolsas e acessórios, a gente pede pra ver tudo! Só escapam os pijamas, as lingeries e roupa de ginástica. Essas peças só entram no nosso roteiro se tiverem presença muito importante no dia a dia da cliente. Pra Fer, roupa de ginástica vai entrar porque ela pratica corrida todo-santo-dia e acredita que até esses looks podem ser melhorados.

allma fer 3

 

Até aqui a gente recebeu muita informação sobre a Fernanda e a vida que ela leva e agora precisa organizar todo esse conteúdo num plano de ação. Depois vem a parte pratica com direcionamento certeiro e muita mão na massa pra garantir os resultados visuais desejados. No nosso próximo encontro a gente apresenta e valida esse plano de ação com a Fernanda e já começa a nossa sessão de revitalização e desapego de tudo que não faz mais sentido naquele guarda-roupa, pra liberar espaço e energia pra essa nova etapa de vestir e de vida.

Beijos,
Allmaria

1 comentário em “Consultoria de Estilo – O que acontece em uma consultoria de estilo (etapa 2)”

  1. Pingback: A Fernanda e os nossos corações - Vânia Benvenuto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *